Saúde Oral

Saúde Oral

As principais alterações na saúde oral dos cães e gatos são as DOENÇAS PERIODONTAIS, que se caracterizam pelo acúmulo de placa bacteriana na superfície externa dos dentes. A primeira reação da cavidade oral é a gengivite (inflamação da gengiva), que quando crônica, pode passar para uma periodontite (destruição do suporte dentário), levando à perda dos dentes.

Quando se instala a periodontite, as bactérias conseguem cair na circulação sanguínea, órgãos como coração, rins e fígado são atingidos por estas bactérias. O mesmo pode acontecer em articulações, levando ao sofrimento do animal.

A doença periodontal é uma das causas mais comuns que acometem a cavidade oral dos animais. Cerca de 80% dos animais apresentam algum grau do problema, estudos revelaram que as doenças na boca e dentes são mais comuns em cães de pequeno porte, pois eles são predispostos à formação de tártaro e a doença periodontal.

Em casos de Doença Periodontal, cães e gatos tem sua vida encurtada pela deterioração sistêmica, e acabam vivendo menos de que viveriam se tivessem cuidados odontológicos.

Para que ele tenha uma vida saudável e longa, você deve procurar um especialista em odontologia veterinária que possa realizar a avaliação, planejar o tratamento e iniciar a prevenção.

Como posso saber se meu animal tem doença periodontal?

Alguns sinais que você pode observar:

  • Mau hálito persistente;
  • Gengivas edemaciadas e com sangramento;
  • Dificuldade na mastigação de alimentos duros;
  • Perda de apetite e emagrecimento;
  • Infecções em outros órgãos (Endocardites, nefrites, etc.).

Como previnir?

Os animais também precisam fazer a escovação diária como os seres humanos, mas como nem sempre os donos têm tempo para escovar e também alguns animais não permitem a escovação, ocorre um acúmulo maior de restos alimentares e bactérias.

A melhor maneira é começar a condicionar o animal desde filhote com escovações diárias com produtos próprios. Para os animais que já apresentam o problema, é necessário fazer o tratamento para cada caso específico.

Veja abaixo algumas dicas para evitar a doença periodontal:

  • Evitar alimentos macios ou pastosos, preferindo rações secas, extrusadas (exceto em animais com dificuldade mastigatória, como aqueles com perdas dentárias);
  • Estimular cães a utilizarem produtos para roer disponíveis no mercado; existem produtos especialmente desenvolvidos para cuidar do tártaro e da higiene bucal do seu melhor amigo.
  • Escovar dentes pelo menos 03 vezes/semana, manuseando desde jovem as boquinhas dos animais e em seguida fortalecendo este ato com carinho, dentro de rotina periódica;
  • Visitas ao odonto veterinário de 06 em 06 meses, a partir do 3º ano de idade; observar se há retenção de dentes de leite;
  • Avaliar se há halitose (hálito forte) durante toda a vida, inclusive observando se há “baba” persistente;
  • Observar se o animal está mastigando com dificuldade ou engolindo sem mastigar.

Lembre-se: Uma boca saudável é sinal de vida melhor e anos a mais com seu animal de estimação!