Animais Exóticos: o que você precisa saber antes de adotar

sexta-feira, 19 de novembro de 2021 08:30:00 America/Sao_Paulo

Para adotar animais exóticos é preciso pesquisar bem se você pode oferecer os cuidados necessários para o animal. Confira mais a seguir!

Blog do Rei - Animais Exóticos

Adotar animais exóticos é sempre um assunto de bastante discussão. Cobras, répteis e alguns roedores despertam até certo medo em algumas pessoas, não é mesmo? Mas, se você não tem esse receio e tiver, além disso, um local adequado e a autorização do IBAMA para ter o seu bichinho diferente, não há problema nenhum.

Existem alguns animais perigosos que não podem ser adotados, mas quanto aqueles que a lei permite, pode ficar tranquilo, pois não são perigosos. Há ainda quem diga que é mais tranquilo cuidar de um animal desses do que de um cachorro ou um gatinho, por incrível que pareça!

Sendo assim, criamos esse artigo para te dar algumas dicas sobre cuidados especiais com animais exóticos:

Adotando animais exóticos

Animais exóticos podem ser tanto animais comuns que não encontramos em nossa região, por exemplo, os Cangurus da Austrália, mas também podem ser animais considerados diferentes dos animais que costumamos adotar em nossas casas

Contudo, para adotar animais exóticos é preciso estar por dentro de algumas características peculiares que eles possuem. Afinal, esse tipo de animal exige um tratamento diferente de animais de estimação comuns. É importante também entender bem como funciona o comportamento do animal que você deseja adotar, para não ter nenhum risco de exposição a certos perigos.

Além de espécies mais conhecidas de animais exóticos como aves, roedores e répteis, segue a lista de alguns desses animais que também são autorizados legalmente para adoção pelo IBAMA:

  • Jiboia  
  • Teiú   
  • Tarântula   
  • Furão   
  • Iguana   
  • Cobra-do-milho   
  • Sagui   
  • Cacatua  
  • Tartaruga Tigre D’água

Como adotar legalmente?

Se o animal que você quer adotar não se encontra nas listas de adoção permitida do IBAMA, não é possível legalmente adotá-lo. Lembre-se que existem animais que podem oferecer riscos à sua saúde e à população de uma forma geral. Algumas aranhas e outros animais peçonhentos, ou pragas, são exemplos claros.

Infelizmente, há quem consiga adotar esse tipo de animal sem autorização do IBAMA. Iguanas, papagaios e tartarugas são os animais mais comuns de casos de ilegalidade.

Porém, lembre-se que é crime este tipo de conduta. Existem leis bem específicas e claras que dizem respeito à comercialização destes animais, que podem variar dependendo do seu estado.

É preciso ter: 

  • origem documentada;

  • anilhamento, se for uma ave;

  • microchipamento para mamíferos exóticos e répteis.

Particularidades nos cuidados com animais exóticos

Para falar a verdade, existem algumas diferenças no comportamento e no tratamento dos animais exóticos em relação aos comuns, principalmente quando falamos sobre a relação entre tutor e animal. Isso porque, diferente de um cachorro ou um gatinho, um animal exótico não gosta muito de contato. Além disso, é mais difícil encontrar alimentos ou ração para eles.

Por exemplo, já pensou que uma Coruja-Diabo precisa de animais vivos, ou seja, roedores e insetos para se alimentar? Um Sagui também gosta de pequenos insetos e animais pequeninos, além de frutas. Por isso, é importante pesquisar bem se você tem condições de oferecer um tratamento adequado.

Se você procurar um estabelecimento sério, com acompanhamento de biólogos e veterinários, certamente saberão te indicar o melhor procedimento e a melhor maneira de cuidar da saúde do bichinho, ok?

Que tal ler também esse nosso artigo sobre Abandono de animais na pandemia!

Aqui no Rei dos Animais somos felizes por fazer a diferença na vida do seu pet!  Nosso desejo é conseguir sempre encantar a você e seu filho pet com todo o carinho e atenção que vocês merecem. 

Para mais informações e compras online, entre em contato pelo nosso WhatsApp clicando aqui!